O Demander ajuda centenas de empresas a atingirem seus objetivos comerciais. Nós queremos ajudar você também.

+55 (11) 4300-7050

+55 (51) 3714-7050

 

Av. Avelino Talini, 171 

Lajeado/RS

CEP 95914014

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
logo whastapp

© 2019 por Retta TI

Buscar
  • Francini Wahlbrink

Como o Mix de Produtos pode ajudar no seu negócio e entenda como definir o seu

Atualizado: 24 de Set de 2019

Para que seu negócio possa crescer de forma saudável preparamos esse blog pra você! Tá curioso? Continua lendo com a gente.

Criar o mix de produtos de uma empresa é uma das etapas mais importantes para o sucesso do negócio. Com a escolha certa dos itens o resultado é mais vendas e um cliente leal.


É necessário estar atento nas primeiras combinações do seu mix, pois elas geralmente não são assertivas, e não podemos utilizar tentativa e erro nesse momento.


Esse blog tem o intuito de ensinar sobre o que é o Mix de Produto e de como montar o seu. Acompanha aí.


O que é o mix de produtos?

O mix de produtos é a variedade de produtos ou serviços ofertados por uma empresa ao mercado, com o intuito de atingir diferente clientes ou captar uma maior parte do mercado.

Quais as vantagens de ter um mix de produtos?


Para que seu negócio atinja o sucesso é essencial que sua empresa tenha um mix de produtos bem selecionado, pois a chance de alcançar mais clientes é muito maior.

Quanto maior for a variedade, maior é a possibilidade de atingir outros nichos do mercado.

Para entender melhor a importância precisamos compreender alguns conceitos básicos e como resolvê-los na prática. Veja nos próximos tópicos.


Expansão do Mercado: Com um Mix de Produtos bem planejado você poderá atingir diferentes partes do mercado. Um bom exemplo disso são os postos de gasolina, que antigamente ganhavam dinheiro apenas com o abastecimento de automóveis. Hoje grande parte do faturamento destes, vem da loja de conveniência também.


Potencialização do lucro do negócio: Alguns consumidores não consomem certos itens. Conhecendo essa fração, você pode investir em produtos que vão atrair a atenção dessas pessoas. Dessa forma, mesmo com um produto em baixa, o outro pode garantir o ROI.


Competitividade: A variedade de produtos ajuda a atingir mais segmentos. Dessa forma, você consegue se adaptar à demanda do mercado e com isso ser mais competitivo diante seus concorrentes.


Fidelização do cliente: Quando você dá mais opções ao seu consumidor, deixa ele satisfeito, a probabilidade de fidelizá-lo é bem maior. Garantir estratégias nesse sentido é essencial para o bem-estar do negócio.


Compensação de possíveis perdas: Produtos que possuem mais saída geralmente são oferecidos com descontos. Essa redução na margem do lucro é ganha com a venda de outros itens. Assim, a empresa fideliza o consumidor e ainda eleva o seu tíquete médio.






Como definir o mix de produtos?


É de importância máxima levarmos em consideração um fator em específico: ter um mix de produtos adequado ao seu público. Para isso precisamos de um plano de vendas.

Utilizar a tentativa e erro é muito arriscado, não podemos apenas criar novas opções e esperar que o cliente compre. Isso é uma decisão equivocada e trará prejuízos à empresa.

Fique atento para alguns detalhes e passos importantes antes de ampliar suas opções de produtos no seu negócio.


1 - Entenda seu Público alvo (Persona): Perguntas como “Pra quem vender? “Onde vender” e “Quando vender” vão te ajudar a entender o público para seus produtos. Conhecer ele é essencial para que a empresa possa antecipar suas ações no mercado.


2 - Tamanho do Mix: Na grande maioria dos casos, quanto maior é o mix de produtos, melhor será o desempenho. Porém, existem algumas exceções: Caso seu mix apresente muito produtos que não são populares, isso irá prejudicar as vendas. Por isso, é recomendável que você defina a quantidade de produtos oferecidos conforme o segmento. Assim, funcionará corretamente. (Se você não souber engajar e aproximar o cliente através de uma experiência de compra agradável a quantidade é irrelevante!)


3 - Estudo do Mercado: Conheça o mercado em que deseja atuar e quais serão seus concorrentes. Veja o que eles estão fazendo, analise como são os produtos deles e quais estratégias estão aplicando, depois junte as informações e use-as para superá-los.


4 - Experiência do cliente: Quais problemas sua variedade de produtos irá solucionar na vida de seu cliente? Como você agrega valor à marca desenvolvendo seus produtos? Hoje em dia o cliente está cada vez mais exigente e informado. Questões como essas são cruciais para a criação de um mix.


6 - Análise de dados: Você sabe quais são os produtos que mais vendem? Ou aqueles em que o custo da produção é maior que o lucro? Se você já possui um mix de produto deve certificar-se que está usando ele corretamente. Dessa forma será possível desenvolver estratégias para aumentar suas opções no mercado.


É muito importante que você estude seu negócio, seu público e o mercado para tomar as decisões certas na hora de criar seu mix.



Já conhece sobre Automação de Força de Vendas?

168 visualizações