Buscar
  • Francini Wahlbrink

O que mudou no comportamento dos consumidores em 2020

O ano de 2020 trouxe muitos desafios para todos e acabou por mudar a forma como as pessoas enxergam o mundo. O modo de viver, de se relacionar e até mesmo consumir mudou muito, pois é necessário se adaptar a uma situação completamente atípica. Essas mudanças não são passageiras, a recente crise causou alterações no comportamento das pessoas que provavelmente se estenderão por muito tempo.


Tendo isso em mente, há no horizonte o novo desafio de encontrar novas oportunidades e nos adaptar a essa nova demanda do mercado, afinal, oscilações fazem parte do mercado, o que difere é a nossa capacidade de acompanhar essas mudanças.



O que mudou no comportamento do consumidor?


De volta ao Lar: O primeiro aspecto a se levar em conta é que as pessoas começaram a se voltar mais para suas casas e suas famílias. Mesmo que haja um retorno de 100% das atividades e dos ambientes compartilhados, houve uma grande mudança na visão que as pessoas têm dos seus próprios lares. Além do mais, muitas empresas estão trabalhando para manter cargos em home office, dessa forma a economia doméstica permanecerá como foco no futuro. Com mais atenção às suas famílias, as pessoas podem priorizar as atividades realizadas em casa e o bem-estar de todos que nela vivem.

Tudo On-line: Até quem não confiava em realizar compras on-line, não teve outra escolha. E com o passar dos meses, acabou se tornando um hábito. Algumas pessoas descobriram como fazer compras de itens essenciais por meio de sites e aplicativos e simplesmente não troca por outra maneira. Para quem tem uma rotina corrida, quem quer ganhar tempo, ou só quem não quer sair de casa, o e-commerce tem se mostrado um grande aliado da rotina. E essas compras não se restringem a itens emergenciais, e sim a todo tipo de necessidade que possa ter.

Sem fidelidade: Por não efetuar compras em comércios físicos, os clientes se sentem livres para pesquisar, testar e experimentar. Aliado a isso, vem uma expectativa pouco positiva quanto à recuperação da economia, o que faz o consumidor procurar melhores oportunidades de preço para economizar.

Gastar somente com o importante: Dada a atual crise, as pessoas começaram a cortar do orçamento as despesas triviais. Ao realizar a compra do mês, por exemplo, a pessoa se vê menos tentada ao escolher produtos de uma lista, do que se estivesse dentro de um supermercado. Reduzem-se então, as compras por impulso. Além disso, com a incerteza da economia, cortes de despesas não essenciais se tornou um denominador comum entre as pessoas.

Preocupação com a higiene: Já se tornou um critério de seleção se a marca adota os protocolos de segurança relacionados à higiene.


Como se adaptar?


É importante estar atento ao comportamento do consumidor em cada setor, para que mudanças específicas sejam aplicadas, mas é vital analisar as mudanças do cliente, para analisar suas necessidades, por exemplo:

- ajustar os produtos aos lugares em que os consumidores estão;

- garantir a segurança e higiene;

- adotar tecnologias para diminuir o contato entre os clientes.


O que é o novo normal?


Esse "novo normal" é o conjunto de comportamento que adaptamos após algum evento que cause uma ruptura de grandes proporções. Essas mudanças vão continuar acontecendo, mas o mais importante é aprendermos rápido a nos adaptar.


Visite nosso post sobre e-commerce B2B e fique por dentro!

19 visualizações0 comentário

O Demander ajuda centenas de empresas a atingirem seus objetivos comerciais. Nós queremos ajudar você também.

+55 (11) 4300-7050

+55 (51) 3714-7050

 

Av. Avelino Talini, 171 

Lajeado/RS

CEP 95914014

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
logo whastapp

© 2019 por Retta TI